Relatório da Abin aponta responsabilidade do governo Lula no 08/01 e deputado quer explicações

Dando início aos trabalhos em 2024, o deputado Coronel Meira (PL-PE) apresentou, na segunda-feira, 05, um Requerimento de Informação para ter acesso ao relatório da Agência Brasileira de Inteligência- ABIN, que aponta responsabilidade do Governo Lula nos atos do dia 08 de janeiro. O documento foi produzido pelo então diretor adjunto, o Delegado da Polícia Federal Alessandro Moretti, que recentemente foi demitido por Lula.

Deputado federal Coronel Meira – Reprodução internet

O material, se confirmado, segundo reportagem da revista Veja, é gravíssimo, indicando que não apenas o Governo Lula foi omisso no dia 08, como também atuou diretamente para eliminar qualquer material ou documento que pudesse comprovar sua responsabilidade. “É motivo de IMPEACHTMENT, restando saber, caso comprovado, o real envolvimento de cada um. O parecer da ressonância ao que, nós da oposição, sempre defendemos, que o governo foi negligente diante das ameaças de ataques obtidas por órgãos de inteligência na véspera dos atos”, afirma o deputado.

O documento responsabiliza os chefes do Ministério da Justiça, Sr. Flávio Dino, e do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República, Sr. Gonçalves Dias, pela quebradeira na sede dos Três Poderes. “Essa revelação é gravíssima e pode ser o motivo do desespero de Lula em querer criar uma cortina de fumaça”, complementa.

Considerando o papel fundamental do Poder Legislativo de fiscalização dos atos do Poder Executivo, o requerimento pede os seguintes esclarecimentos: 1. Quais medidas foram tomadas em relação aos membros do Poder Executivo apontados como responsáveis pelos ataques, após o conhecimento do conteúdo do relatório? 2. A exoneração do Delegado Federal Alessandro Moretti tem relação com a produção do referido documento? 3. Por quais fatos e quais membros do Governo Federal foram responsabilizados?

Autor desta matéria:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *