Macabro: Mulher leva morto para sacar empréstimo em banco do Rio, veja o vídeo

Uma cena chocante e perturbadora foi presenciada na agência do banco Itaú em Bangu, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, quando uma mulher tentou obter um empréstimo de R$ 17 mil utilizando o cadáver de um idoso.

Identificada como Érika de Souza Vieira Nunes, a mulher se apresentou na agência bancária como sobrinha do idoso, identificado posteriormente como Paulo Roberto Braga, de 68 anos. No entanto, o que inicialmente parecia ser uma solicitação de crédito comum logo se tornou um caso de investigação policial devido às suspeitas levantadas pelos funcionários do banco.

Ao ser acionado, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) compareceu ao local e constatou que Paulo Roberto Braga já estava morto há algumas horas

Érika entrou com o cadáver em uma cadeira de rodas e conversou com ele normalmente, pedindo inclusive para que ele assinasse o documento. Funcionários da agência bancária desconfiaram e chamaram o Samu.

“As pessoas no banco acharam que ele estivesse doente, passando mal, e chamaram o Samu. O médico constatou que o idoso já estava em óbito, aparentemente, a algumas horas. A mulher se diz sobrinha e cuidadora dele, e de fato existe um grau de parentesco. O principal é continuar as investigações, identificar outros familiares e descobrir se, quando esse empréstimo foi realizado, ele estava vivo”, disse Fábio Luiz, delegado da 34ª DP (Bangu).

Autor desta matéria:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *