‘Faz o L’: A cada minuto, quatro empresas fecharam no Brasil em 2023

Dados divulgados pelo Mapa de Empresas, uma iniciativa do governo federal, indicam que o país viu o fechamento de quatro empresas por minuto ao longo de 2023. Esse ritmo alarmante resultou na extinção de 2.153.840 negócios, marcando um aumento de 25,7% em comparação com o ano anterior, quando 1.712.993 empresas encerraram suas atividades.

As microempresas e empresas de pequeno porte foram as mais afetadas, contabilizando 2.049.622 e 49.631 fechamentos, respectivamente. Esse cenário ressalta as dificuldades enfrentadas pelo setor que tradicionalmente serve como espinha dorsal da economia brasileira, fornecendo emprego e promovendo inovação.

Além disso, a Serasa Experian apontou que entre janeiro e novembro de 2023, 670 empresas decretaram falência, com uma predominância desses casos entre micro e pequenas empresas. Outras 1.300 buscaram a recuperação judicial como uma tábua de salvação frente às adversidades financeiras. Um dos casos mais notórios foi o das Lojas Americanas, que teve seu pedido de recuperação judicial aprovado após acumular dívidas superiores a R$ 40 bilhões.

Apesar desse cenário de retração, o Brasil registrou a abertura de 3.868.687 novas empresas no mesmo período, resultando em um saldo positivo de 1,7 milhão de novos empreendimentos. O total de empresas ativas no país atingiu a marca de 20,7 milhões em 2023.

Destaque também para o estado do Mato Grosso, que liderou o ranking de crescimento percentual de novas empresas, com 86 mil registros e um aumento de 6,4%. Esse dado reforça a percepção de que, apesar dos desafios, há regiões no país que continuam a apresentar um ambiente propício para o empreendedorismo e a expansão comercial.

Com informações do site R7

Autor desta matéria:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *